>Imagens que traduzem a alegria do Nordestino…

>

O São João como fato social total

No nordeste brasileiro, a perspectiva das festas juninas transforma as cidades e o espírito das pessoas, que parecem sentir uma irresistível atração e afinidade pela festa. Muitos nordestinos que se encontram fora de seus estados costumam economizar dinheiro, comprar presentes e voltar com eles para sua cidade natal na época das festas juninas, a fim de comemorar os santos.

No sudeste é comum que nordestinos abandonem seus empregos, faltem por toda uma quinzena, peçam licença ou ofereçam-se para trocar o período do Natal por alguns dias de folga em junho, ou ainda negociem suas férias para gozá-las no meio do ano e poderem estar presentes às festas juninas, em sua terra. O mês de junho é um mês do refluxo migratório e as companhias de transporte rodoviário e aéreo atestam este fato. Os que não voltam para suas cidades a fim de participar da festa podem encontrar alternativas nas festas juninas realizadas nos grandes centros urbanos sob iniciativa das Secretarias de Cultura .(www.aguaforte.com/)
No Nordeste, ainda é muito comum a formação dos grupos festeiros. Estes grupos ficam andando e cantando pelas ruas das cidades. Vão passando pelas casas, onde os moradores deixam nas janelas e portas uma grande quantidade de comidas e bebidas para serem degustadas pelos festeiros.

Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.

Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas. (Sua pesquisa.com)

(Natal-Rio Grande do Norte)

(Campina Grande-Paraíba-João Pessoa)

                         
(Alagoas-Maceió)
(Caruaru-Pernambuco)
(São Luis-Maranhão)
(São João de Valença-Piauí)
     (Pelourinho-Salvador)

       

(Sergipe-Aracaju)

(Fortaleza-Ceará )

Chegou a Hora da Fogueira
Chegou a hora da fogueira!
É noite de São João…
O céu fica todo iluminado
Fica o céu todo estrelado
Pintadinho de balão…
Pensando no caboclo a noite inteira
Também fica uma fogueira
Dentro do meu coração…
Quando eu era pequenino
De pé no chão
Eu cortava papel fino
Pra fazer balão…
E o balão ia subindo
Para o azul da imensidão…
Hoje em dia o meu destino
Não vive em paz
O balão de papel fino
Já não sobe mais…
O balão da ilusão…
Levou pedra e foi ao chão
Composição: Lamartine Babo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s